sábado, 13 de abril de 2013

GOVERNADOR É INFORMADO SOBRE O INÍCIO DA ACUMULAÇÃO DE ÁGUA NA BARRAGEM DO RIO POXIM.


No final da manhã desta sexta-feira, 12, o governador Marcelo Déda manteve uma reunião com o presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), Sérgio Ferrari, onde recebeu um relato detalhado dos principais investimentos da empresa, além de uma descrição pormenorizada do estágio de diversas obras e ações desempenhadas. Dentre as informações relatadas está a previsão do fechamento da barragem do rio Poxim para o início do processo de acumulação de água, cuja previsão de início é o próximo mês de maio. O encontro ocorreu no Palácio dos Despachos.

“A barragem do rio Poxim começará a sua atividade operacional no mês de maio, em data a ser fixada. Com isso, ela passará a acumular o precioso líquido até chegar a sua plena capacidade de armazenamento, com o lago completamente inundado, o que esperamos que ocorra ainda em 2013, a depender do regime de chuvas na referida região do rio”, explicou o governador Marcelo Déda.

Nova Adutora

Durante a reunião, o governador também recebeu a informação de que, também no próximo mês de maio, está previsto o início do processo de licitação de uma nova adutora que irá reforçar o sistema hoje existente para abastecer a região dos municípios de Nossa Senhora da Glória e Moita Bonita, reforçando a oferta de água no Sertão sergipano. “Esta é uma obra nova que captamos com o Governo Federal no evento que realizamos aqui no ano passado, e estes recursos foram repassados para permitir que tenhamos condições de deflagrar o investimento”, afirmou Marcelo Déda, referindo-se ao ato onde a presidenta Dilma Rousseff fez o anúncio de um pacote de medidas emergenciais contra a seca.

Captação de Carros-Pipa

Outro tópico abordado na reunião foi uma solicitação do governador para que a Deso aumente o número de pontos de captação de água para carros-pipa no interior do estado, evitando que a logística de distribuição seja afetada pela grande demanda. “A Deso reduziu o preço da carga de água, para auxiliar prefeituras e pessoas que demandam água. A Defesa Civil tem tido problemas diante da grande concentração de veículos nos pontos de captação, que forma filas, terminando atrasando o processo de abastecimento e distribuição”, evidenciou Marcelo Déda.

Segundo ele, foi solicitada à Deso a possibilidade de serem disponibilizados novos pontos de captação de água para abastecimento de carros-pipa. “Queremos aumentar a rapidez e eficiência na distribuição  para que essa água chegue logo aos sertanejos”, frisou.

A liberação de recursos já anunciados pelo Governo Federal também foi alvo de discussões para que providências sejam tomadas visando o início imediato das licitações que promoverão obras que buscam água para reforçar o fornecimento ao semiárido, além de obras de saneamento em diversas localidades da grande Aracaju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário