sexta-feira, 14 de julho de 2017

sexta-feira, 9 de junho de 2017

20ª GINCANA DO COLÉGIO PIO X É REALIZADA COM MUITO SUCESSO.

A 20ª gincana realizada pelo Colégio Pio X realizada no último dia 02, foi mais um sucesso, contando com a participação de diversos alunos do ensino médio e fundamental maior, coordenados pelo professor Adriano Gois, e fundamental maior, coordenados pela professora Veralucia Lima, e contando com a supervisão das professoras Cintia Regina, Mônica Andrea e Taciana Rezende, além de outros professores da citada instituição de ensino.

Foi um dia de muita diversão e competição no Eco Parque Boa Luz. Independentemente da equipe que se sagrou campeã, foi um momento de união e congraçamento entre os alunos do colégio das mais diversas séries.

Além da parte das competições, a 20ª gincana do Colégio Pio X, teve também seu momento de solidariedade, onde foram arrecadados alimentos e brinquedos, para serem distribuídos com instituições filantrópicas, além de ração para cães e gatos, que também foram doadas para instituições de proteção aos animais, incutindo nos alunos o sentimento de ajudar ao próximo.

Confiram abaixo fotos da gincana:








PRE CONFIRMA INVESTIGAÇÃO CRIMINAL SOBRE SUPOSTO USO DE CAIXA 2 NA CAMPANHA DE EDVALDO NOGUEIRA.

Sobre a divulgação na imprensa dos documentos de instauração de Procedimento de Investigação Criminal em relação à campanha de Edvaldo Nogueira à Prefeitura de Aracaju, a Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) esclarece:

No dia 25 de abril a Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) instaurou um Procedimento de Investigação Criminal para apurar os fatos noticiados pela imprensa que davam conta de possível existência de Caixa 2 na campanha à prefeitura de Aracaju de Edvaldo Nogueira nas eleições de 2016.

Na época da instauração, a PRE/SE divulgou amplamente tanto a instauração, quanto o pedido de informações à Justiça Estadual sobre processo que investiga a atuação da empresa Torre Empreendimentos na coleta de lixo do Município de Aracaju, no qual teriam sido apurados os fatos relacionados às eleições de 2016.

Além disso, já foi esclarecido à época, e é reiterado agora, que, no tocante ao ajuizamento de ações cíveis eleitorais, que poderiam resultar em perda do mandato, decretação de inelegibilidade e pagamento de multa, não havia mais prazo para o ingresso deste tipo de ação. A legislação eleitoral determina que as ações cíveis de perda de mandato só podem ser ajuizadas até 15 dias depois da diplomação dos candidatos eleitos.

A PRE/SE esclarece ainda que a investigação criminal em questão é restrita à apuração de eventual prática de caixa 2, conduta essa que caracteriza o crime de falsidade para fins eleitorais (Art. 350 do Código Eleitoral). O uso de caixa 2 ficará caracterizado se for comprovado que houve uso de recursos financeiros na campanha que não foram declarados à Justiça Eleitoral na prestação de contas de Edvaldo Nogueira.

A PRE/SE reforça que esta investigação criminal não é sigilosa e que os documentos de instauração do procedimento investigatório e de requisição de informações à Justiça Estadual não estão sob sigilo.

No entanto, quando as informações da Justiça Estadual forem encaminhadas à PRE/SE, poderão conter documentos que são, por padrão, sigilosos, como interceptações telefônicas e dados bancários e fiscais dos investigados.

Fonte:  PRE/SE

TEMER NÃO RESPONDE A PERGUNTAS DA PF E PEDE ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO.

O presidente Michel Temer decidiu não responder às perguntas enviadas pela Polícia Federal no inquérito que trata das delações premiadas feitas por executivos da empresa JBS. Em petição protocolada na tarde de hoje (9) no Supremo Tribunal Federal (STF), a defesa de Temer pede que as investigações sejam arquivadas e faz críticas ao teor do questionário enviado ao presidente na última segunda-feira (5), após o acordo de delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista ter sido homologado pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF.

Na terça-feira (6), a pedido da defesa de Temer, Fachin prorrogou até as 17h de hoje o prazo para o presidente responder às perguntas. Na petição protocolada no STF, os advogados de Temer formulam uma série de argumentos para o fato de as perguntas não terem sido respondidas, dentre os quais o “ sentimento de injustiça e sofrimento pessoal” causado por "perguntas invasivas” e “inoportunas” a respeito do presidente. Eles lembram que Temer não é obrigado a responder às questões e ponderam que o presidente continua “pronto a atender” quaisquer demandas encaminhadas por Fachin.

No documento, a defesa de Temer avalia que os elementos que motivaram a instauração do inquérito, como a própria delação, estão contaminados pela “ilicitude formal e material” da gravação da conversa entre ele e Joesley Batista na qual os dois conversam sobre o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e as investigações envolvendo o empresário. Para os advogados, é “inoportuna e temerária ” a afirmação do Ministério Público Federal de que um dos crimes supostamente cometidos por Temer foi o de corrupção passiva.

“Declaração açodada, própria de quem, antes mesmo de quaisquer investigações, já está com uma prévia visão dos fatos, independente da vinda das provas. Acusará, ao que parece, com provas, sem provas ou mesmo contra as provas”, afirmaram Antônio Cláudio Mariz de Oliveira e Sérgio Eduardo Mendonça de Alvarenga.

De acordo com a petição, “os inquisidores persistem em abordar temas estranhos ao inquérito”, apresentando perguntas que fazem referência a fatos anteriores à ocupação do cargo de presidente por Michel Temer. Ao final, os advogados solicitam o envio dos autos ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que arquive o inquérito, “em face da absoluta inanição de elementos probatórios mínimos” necessários para que seja proposta uma denúncia contra o presidente.

“Subvertendo-se a lógica, no caso do presidente, e ferindo-se as garantias individuais, passou-se a investigar uma pessoa, não os fatos supostamente criminosos, como se vigorasse em nosso ordenamento o odioso Direito Penal do Autor”, afirmam os advogados, no documento. A defesa acrescenta que os trabalhos investigativos “perderam-se no caminho” com a falta de elementos incriminadores e que a investigação busca, “sem nenhum critério, métodos ou limites, encontrar qualquer indício, o mais tênue e frágil que seja, para, com o auxílio da mídia, dar uma repercussão a fato que enganosamente possa parecer grave”.

Em diversos momentos, os advogados fazem menção à conduta de Fachin. Segundo eles, se o ministro do Supremo, diferentemente da autoridade policial, fosse o autor do questionário, haveria uma “adequada limitação das perguntas ao objeto das investigações”.

“Indagações de natureza pessoal e opinativa, assim como outras referentes aos relacionamentos entre terceiras pessoas ou aquelas que partem de hipóteses ou de suposições e dizem respeito a eventos futuros e incertos não teriam sido formuladas. No entanto, foram feitas e demonstram que a autoridade mais do que preocupada em esclarecer a verdade dos fatos desejou comprometer o senhor presidente da República com questionamentos por si só denotadores da falta de isenção e de imparcialidade por parte dos investigadores”, diz a petição.

Para a defesa de Temer, o questionário é um “acinte à sua dignidade pessoal e ao cargo que ocupa” e atenta contra os “direitos individuais inseridos no texto constitucional”. “ O presidente e cidadão Michael Temer está sendo alvo de um rol de abusos e de agressões aos seus direitos individuais e à sua condição de mandatário da nação que colocam em risco a prevalência do ordenamento jurídico e do próprio Estado Democrático de Direito”, destaca o documento.

Ainda de acordo com o texto, as questões referentes à gravação não poderão ser respondidas porque ainda não foi concluída a perícia determinada pelo STF sobre as condições e qualidade do áudio. Da mesma forma, afirmam os advogados, também não serão alvo “de nenhuma consideração” as indagações sobre os depoimentos de “empresários confessadamente delinquentes” por estarem “contaminadas pelo veneno da gravação clandestina e adulterada”.

“Ilustre ministro, é incrível, mas deseja-se atribuir ao presidente da República poderes adivinhatórios, ao se perguntar se ocorreu determinado encontro entre duas pessoas, sem a sua presença, e o que é pior, qual teria sido a pauta de tal reunião”, continua a petição, citando o número das questões mencionadas e afirmando que perguntas sobre motivos de encontros ocorridos e grau de relacionamento são “verdadeiras bisbilhotices”, “impróprias” para o inquérito.

Fonte:  Agência Brasil

quarta-feira, 24 de maio de 2017

COLÉGIO PIO DÉCIMO REALIZA SUA 20ª GINCANA ENTRE SEUS ALUNOS, COM REALIZAÇÃO TAMBÉM DE TAREFAS SOLIDÁRIAS, ARRECADANDO MAIS DE 6 TONELADAS DE ALIMENTOS E MAIS DE 6 MIL BRINQUEDOS.



Fotos de parte do que foi arrecadado

O Colégio Pio Décimo estará realizando no próximo dia 02 de junho a sua 20ª gincana escolar que será realizada no Eco Parque Boa Luz, com um dia completo de lazer, com realização de tarefas e competições entre os alunos do ensino médio, coordenados pelo professor Adriano Gois, e fundamental maior, coordenados pela professora Veralucia Lima, e contando com a supervisão das provessoras Cintia Regina, Mônica Andrea e Taciana Rezende.

Mesmo antes do dia 02, já foram realizadas as primeiras tarefas de cunho solidário, onde os alunos arrecadaram alimentos, brinquedos e rações para animais, que serão distribuídos com instituições de caridade que atendem crianças e idosos, além das que cuidam de animais abandonados.

Só para se ter uma ideia do montante, os alunos arrecadaram mais de 6 toneladas de alimentos não perecíveis e mais de 6 mil brinquedos.

Os pais e mães dos alunos fizeram questão de destacar a importância de mais uma gincana realizada pela escola, sobretudo por incutir nos estudantes espírito de solidariedade, que é um fator importante para o desenvolvimento do caráter do futuro homem e mulher , parabenizando o colégio por mais esta iniciativa.

Já entre os alunos, o clima é de euforia e alegria, por ser mais um momento de estreitar os laços de amizade e união entre os colegas das mais diversas séries e turmas.

Matéria do blog Acontece em Sergipe

ANDRÉ MOURA E 17 PARTIDOS, PT, PSB, PP E PDT, PEDEM ANULAÇÃO DA JBS CONTRA TEMER E AÉCIO.

Líderes do governo de Michel Temer e de 17 partidos políticos apresentaram nesta terça-feira (23), na Mesa da Câmara dos Deputados, proposta que tem o objetivo de criar uma pressão a favor da anulação da delação firmada pelo empresário Joesley Batista e por outros executivos da JBS com a Procuradoria-Geral da República.

"Não podemos permitir que tal 'crime perfeito' se concretize. (...) Há que se rever a colaboração premiada negociada junto à Procuradoria-Geral da República e homologada pelo Supremo Tribunal Federal, além das bases do acordo de leniência ainda em andamento", diz o documento.

A proposta de fiscalização e controle é assinada pelos líderes do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e no Congresso, André Moura (PSC-SE), além de líderes de 17 partidos, do governo e da oposição, que reúnem 448 dos 513 deputados (87% do total).

Na oposição, assinaram a proposta os líderes do PT, Carlos Zarattini (SP), do PDT, Weverton Rocha (MA), e do PSB, Tereza Cristina (MS).

A proposta pede que a Câmara realize o ato de fiscalização com o Tribunal de Contas da União e, se necessário, com outros órgãos, como Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários, Ministério da Transparência e AGU (Advocacia-Geral da União).

Em sua delação, os executivos da JBS afirmam ter pago propina a 1.829 políticos, do governo e da oposição, em um total de quase R$ 600 milhões. As suspeitas atingiram em cheio o presidente Michel Temer, que desde então viu seu cargo ficar sob ameaça.

A proposta, encaminhada pela Mesa para a Comissão de Finanças e Tributação, recorre à mesma expressão que Temer usou ao atacar Joesley em seu segundo pronunciamento sobre a crise, a de que o empresário teria cometido o "crime perfeito".


Fonte:  UOL/NE Notícias

sábado, 20 de maio de 2017

DENÚNCIAS APRESENTADAS PELA AMESE, COM O APOIO DO DEPUTADO ESTADUAL GILMAR CARVALHO, MOSTRAM A TRISTE REALIDADE DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE SERGIPE, DURANTE AUDIÊNCIA REALIZADA NO MINISTÉRIO PÚBLICO.




Gráfico mostra que o CBMSE não consegue atender 69% das ocorrências no estado por falta de efetivo e condições de trabalho

Nesta sexta-feira, dia 19, a AMESE, representada pelo Sargento BM Alberto Almeida e pelo assessor jurídico da entidade, Dr. Márlio Damasceno, participaram de audiência pública extrajudicial, perante o Ministério Público Estadual, perante a Promotoria de Defesa do Consumidor que tem à frente a Promotora de Justiça Drº. Euza Missano, com a participação de representantes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe, nas pessoas do Coronel Eugênio e Tenente-Coronel Júnior, além da presença do deputado estadual Gilmar Carvalho, para tratar do baixíssimo efetivo da corporação, bem como, poucas viaturas e falta de condições de trabalho. Tal audiência só foi possível após representação da AMESE, que contou com o apoio de deputado estadual Gilmar, junto ao MP, que desencadeou a abertura de procedimento e realizações de audiências para apurar as denúncias apresentadas.

Logo no início da audiência foi juntado ao procedimento instaurado junto ao MP, pelo assessor jurídico da AMESE, petição com mais três denúncias, sendo uma relativa ao pequeno número de mergulhadores na corporação, outra em relação a viaturas com licenciamento atrasado e mais uma em relação a uma questão de falta de viaturas reservas que acabou prejudicando o atendimento de uma ocorrência na cidade de Itabaiana.

Durante a audiência, a AMESE apresentou os principais problemas existentes no Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe, quais sejam:  baixíssimo efetivo, visto que, onde a ONU (Organizações das Nações Unidas) preconiza que deve haver 1 BM (bombeiro militar) para cada 1.000 habitantes, portanto, deveriam haver no Estado de Sergipe 2.200 BMs de acordo com a população atual; viaturas com vida útil já avançada, que vêm apresentando problemas e a falta de viaturas reservas para suprir o serviço quando alguma quebra; a pequena quantidade de mergulhadores, num total de somente 06 BMs, para atender a todo estado, os quais, trabalham numa escala desumana de 1x2, enquanto o restante da corporação é de 1x3, isso para que possa ter 02 mergulhadores por dia para atender o Estado de Sergipe por completo; falta de guarda-vidas, onde há tempos atrás existia 22 BMs por dia nesta função, nos dias atuais existem tão somente 04 e no horário de almoço, ficam apenas 02; falta de reservatório de água para o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBMSE), com o objetivo de abastecer as viaturas para combate a incêndio, necessitando ter dois reservatórios, sendo um no centro da capital e outro na zona de expansão; hidrantes sem funcionar em boa parte da capital sergipana e outras cidades do interior; necessidade de um novo quartel do CBMSE, visto que o da rua de Siriri, dificulta a saída rápida das viaturas para atender a ocorrências, devido ao trânsito intenso do local. Ressalte-se que tudo isso foi colocado em termo pela Drª. Euza Missano, para alicerçar ainda mais as provas já existentes no procedimento.

Era esperada na audiência a presença do Secretário da Segurança Pública, com o objetivo de tentar viabilizar um termo de ajustamento e conduta para resolução destes problemas, porém o secretário não compareceu e, como houve mudança recente no comando da SSP/SE, entendeu-se por bem remarcar a audiência já para o próximo dia 26 deste mês, face o caso ser extremamente grave, e caso o secretário de segurança não compareça novamente à audiência designada, a Drª. Euza Missano ajuizará uma Ação Civil Pública, objetivando sanar tamanhos problemas existentes no CBMSE.

Também na audiência foi apresentada uma estatística alarmante, onde o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, face ao baixo efetivo e falta de condições de trabalho, somente consegue atender a 31% das ocorrências em todo estado, deixando de atender 69%. Frise-se ainda, que o Comando do CBMSE tem tido a maior boa vontade, juntamente com todos os demais BMs que compõe esta valorosa corporação, de procurar atender à população sergipana, porém esbarram na vontade política para resolver tais problemas graves.

O advogado Dr. Márlio Damasceno e o Sargento BM Alberto Almeida, que representaram a AMESE na audiência, fizeram questão de agradecer a Drª. Euza Missano pela atenção dispensada à representação apresentada pela entidade e consequente instauração de procedimento para buscar sanar tais problemas e ao deputado estadual Gilmar Carvalho, por encampar também esta luta, denunciando e buscando melhores condições de trabalho para os bravos soldados do fogo, bem como, um melhor serviço à população sergipana. Por fim o assessor jurídico da AMESE ressaltou, "não é justo que os Bombeiros Militares recebam a culpa pela falta de atendimento a diversas ocorrências, onde na verdade a culpa é do Estado por não dar as devidas condições à corporação para prestar um melhor serviço".

Confiram abaixo o termo da audiência realizada perante o MP, onde são relatadas todas as denúncias efetuadas pela AMESE em parceria com o deputado estadual Gilmar Carvalho:




Matéria e imagens do blog Espaço Militar

MORADORES DO CONJUNTO VALADARES QUESTIONAM: "CADÊ A FORÇA NACIONAL?"

Inconformados com a insegurança que há em todo estado de Sergipe, os moradores do conjunto Valadares, estão usando as redes sociais para denunciarem o comércio e tráfico que drogas que é realizado em plena luz do dia no bairro.

Os moradores se reuniram e elaboraram um texto, onde eles cobram das autoridades, a presença da polícia militar para inibir a ação dos traficantes, que segundo os moradores, andam armados com pistolas e revólveres ameaçando a todos e efetuando livremente o comércio de drogas na região.

A vinda de Agentes da Força Nacional para Sergipe acabou criando uma expectativa de que a segurança iria aumentar, mas isso acabou não ocorrendo. No texto dos moradores eles questionam: “cadê a Força Nacional que não passa aqui… nós queremos segurança pra nossos filhos”.

Veja o pedido de socorro feito pelos moradores:

“Nós que moramos no Conjunto Valadares, pedimos as Autoridades Competentes que vejam o que está acontecendo na Travessa 12 a do Conjunto atrás do Fórum.  Os marginais todos os dias não tem hora para traficar todo tipo de droga. Os mesmo andam armados de pistola e revólver intimidando a população que fica com medo de denunciar. Os moradores estão com medo dentro de casa. Pedimos ao Comandante da Capital que envie viaturas pra fazer rondas diariamente. Cadê a Força Nacional que não passa aqui… nós queremos segurança pra nossos filhos“.

Fonte:  Faxaju (Munir Darrage)

JANOT DIZ QUE AÉRCIO TENTOU IMPEDIR AVANÇO DA LAVA JATO.

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) teria buscado estratégias para impedir o avanço das investigações da Operação Lava Jato e, para tanto, tentado articulação com o presidente Michel Temer e o atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que à epoca era ministro da Justiça. A constatação é do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em documento enviado ao STF.

“Mais especificamente sobre a Lava Jato, o senador teria tentado organizar uma forma de impedir que as investigações avançassem, por meio de escolhas dos delegados que conduziam os inquéritos, direcionando as distribuições, mas isso não teria sido finalizado entre ele, Michel Temer e o ex-ministro da Justiça e atual ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes”, registra Janot.

A afirmação do procurador-geral da República está na decisão do ministro do STF Luiz Edson Fachin, que determinou a abertura de inquérito para investigar Temer e Aécio Neves a partir das informações dos depoimentos de delação premiada de executivos do grupo JBS. Os pedidos de abertura de inquérito formulados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e o conteúdo dos depoimentos foram divulgados hoje (19) pelo STF. A defesa de Aécio nega todas as acusações.

Mais à frente, Janot retoma o tema: "Além disso, verifica-se que Aécio Neves, em articulação, dentre outros, com o presidente Michel Temer, tem buscado impedir que as investigações da Lava Jato avancem, seja por meio de medidas legislativas, seja por meio de controle de indicação de delegados de polícia que conduzirão os inquéritos". Até o momento, o Palácio do Planalto não se pronunciou sobre os novos conteúdos de depoimentos divulgados hoje pelo STF.

Em depoimento de delação premiada, o empresário Joesley Batista diz que pagou R$ 2 milhões em propina a Aécio Neves este ano para que ele atuasse em favor da aprovação da lei de abuso de autoridade e anistia ao caixa 2 em campanhas eleitorais.

Ontem, a defesa de Aécio confirmou que o senador afastado pediu R$ 2 milhões a  Joesley. Entretanto, segundo o advogado José Eduardo Alckmin, foi um pedido de empréstimo para custear a defesa de Aécio, que já era  investigado pela Operação Lava Jato. De acordo com José Eduardo Alckmin, foi uma transação particular, que não teve relação com o cargo de senador.

Fonte:  Agência Brasil

segunda-feira, 27 de março de 2017

SINDIJOR REPUDIA COMENTÁRIO DO EX-PRESIDENTE SIMPOL.

SINDIJOR repudia comentário maldoso do ex-presidente do Sinpol contra profissionais da imprensa

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE), entidade de classe que representa os Jornalistas e o Jornalismo em Sergipe, vem a público manifestar total repúdio ao escrivão e ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol), Antônio Moraes, que em rede social comentou, baseado em uma conversa que teve com uma pessoa, a qual ele não identifica, que profissionais da imprensa (jornalistas) recebem dinheiro para não falar sobre denúncias envolvendo pessoas investigadas pela polícia.

Ao se utilizar de uma ferramenta de comunicação para tornar público um suposto comentário de alguém que não se identifica, sem apresentar nomes e, muito menos provas da suposta propina, este mesmo servidor público comete um crime: o de calúnia, pois coloca sob suspeita toda uma categoria jornalística que é pautada por um Código de Ética Profissional.

O SINDIJOR repudia qualquer tipo de agressão a jornalistas, ainda mais quando se generaliza e não apresenta documentos que provem o possível comportamento antiético de profissionais do Jornalismo e, ao mesmo tempo, desafia o servidor público Antônio Moraes a declinar o nome do suposto informante, se é que existe, e as provas do suposto crime.

Compromissado com o bom Jornalismo, o SINDIJOR assegura que a Comissão de Ética adotará as medidas cabíveis contra qualquer jornalista que afronte o seu Código Disciplinar, mas observa ser indispensável a apresentação de provas, o que não se ver na “denúncia” maldosa feita pelo servidor público estadual.

Neste sentido, o SINDIJOR reitera posição de solidariedade aos jornalistas sergipanos e lamenta, profundamente, o comportamento desrespeitoso do senhor Antônio Moraes para com a imprensa sergipana, bem como analisará medidas judiciais contra a atitude do policial.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe

A LIGA SERGIPANA DE COACHING (LISERCO) CONVIDA A TODOS PARA POSSE DA DIRETORIA E APRESENTAÇÃO DA LIGA À SOCIEDADE SERGIPANA.


A Liga Sergipana de Coaching, LISERCO, é uma instituição de direito privado, sem fins econômicos, idealizada por Suzy Dayse Vasconcelos Bezerra da Silva.

A Liga tem por finalidade reunir e apoiar os profissionais de Coaching, desenvolvendo estudos sistêmicos em grupo, com três linhas de pesquisas definidas pelos ligantes. A constante busca pelo conhecimento aprofunda e aprimora as habilidades profissionais da categoria para o mercado de trabalho, além da promoção de ações filantrópicas para a comunidade, publicações anuais e fortalecimento dos ligantes em seus nichos.

A LISERCO compartilha da filosofia ubuntu, eu sou porque nós somos, para exercitar   com os nossos pares a essência da união, do respeito, do crescimento e da excelência. Num ciclo de valorização continua, a visão da Liga é sistêmica e holística, sendo multiplicada com a criação de uma Liga em cada estado brasileiro, que serão reconhecidas como Ligas irmãs.

Suzy Dayse Vasconcelos Bezerra da Silva
Diretora Presidente
Idealizadora da LISERCO

POLÍCIA CIVIL ELUCIDA CHACINA EM HOTEL ABANDONADO NA ORLA DE ATALAIA E DETALHA PRISÃO DE SUSPEITO.

Ao todo foram cerca de cinco pessoas assassinadas no mesmo dia, duas delas por vingança


A Secretaria de Segurança Pública realizou na manhã desta segunda-feira, 27, uma coletiva de imprensa para detalhar a prisão de Jorge Wellington Santos da Mota, 20 anos, acusado de ser um dos autores da chacina ocorrida em um hotel abandonado na Orla de Atalaia, no dia 21 de dezembro de 2016, evento que vitimou cinco pessoas.

A prisão ocorreu após operação da Polícia Civil de Sergipe, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizada na última quinta-feira, 23. Jorge Wellington foi preso durante buscas no Conjunto Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. A ação conjunta contou com a participação de agentes do DHPP, além de equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (Derof), Divisão de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), polícia judiciária da Força Nacional e também do Grupamento Tático Aéreo (GTA).

Segundo o diretor do DHPP, delegado Jonathas Evangelista, Jorge Wellington já vinha sendo procurado pela polícia dois dias após o fato, quando durante as investigações foi identificada a sua autoria.

Com o apoio dos trabalhos realizados pelos peritos da Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp), que levaram cinco horas analisando a cena de crime, os agentes conseguiram elucidar a dinâmica de toda ação criminosa. Segundo as investigações, tratava-se de duas gangues rivais. “Dois indivíduos teriam entrado no antigo prédio e executado três membros do grupo de Jorge Wellington, que na hora do fato teria se escondido para não ser alvejado. Logo depois, ele teria aproveitado um momento de descuido da dupla e deflagrado vários tiros que resultaram na morte dos dois pertencentes à gangue rival”, explicou o delegado.

No momento da prisão, os policiais apreenderam com o acusado uma pistola calibre .40 que havia sido furtada de um policial civil.

No momento da prisão de Jorge Wellington, as equipes também efetuaram a prisão de José Hugo Pereira, fugitivo do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan). Ele é acusado de participar do assassinato do torneiro mecânico Edson Brabec Barreto Filho, 59 anos, ocorrido em 14 de janeiro de 2016, no Conjunto Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. Com José Hugo também foi apreendido um revólver calibre 32 municiado.Jorge Wellington já tem passagem pela polícia pelo crime de roubo e estava em liberdade desde setembro do ano passado. A dupla se encontra custodiada na 4ª delegacia Metropolitana, à disposição do Poder Judiciário.

Fonte e foto:  SSP/SE

ROSMAN PEREIRA ENTREGA O CARGO E ALMEIDA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA FHS.

O Secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, esteve reunido por volta do meio dia desta segunda-feira (27), com o Conselho Curador da SES, quando leu a carta de demissão enviada por Rosman Pereira, que havia assumido a presidência da Fundação Hospital da Saúde.

Com a saída de Rosman, o secretário Almeida Lima volta a assumir a presidência da Fundação Hospitalar e irá iniciar o cumprimento das recomendações feitas pelo Ministério Público Federal, que é a SES reassumir a gestão de contratos da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), bem como realize a reestruturação de pessoal e organizacional da Fundação.

No dia 20 de março, o MPF enviou recomendação ao secretário Almeida Lima para que adote providências a fim de cumprir o acordo firmado perante a Justiça Federal relacionado à Fundação Hospitalar de Saúde (FHS).

O MPF/SE recomendou que a Secretaria não repasse verbas para pagamento de pessoal, sem que tenham sido excluídos da folha os servidores cujos cargos de livre nomeação (cargos comissionados) foram extintos no início deste ano por decisão do Conselho Curador da FHS.

Fonte:  Faxaju (Munir Darrage)

GOVERNO PREPARA MP COM REGRAS PARA INTERVENÇÃO NA OI, DIZ MINISTRO.

O governo está preparando uma medida provisória com regras para fazer a intervenção da empresa Oi, caso seja necessária. A afirmação é do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Segundo ele, o governo não quer fazer intervenção e espera que haja uma solução de mercado para a empresa, que está em recuperação judicial. “O governo está preparado para fazer intervenção, caso seja necessário, porque é uma obrigação”, disse Kassab ao sair do Ministério da Fazenda, após reunião com o ministro Henrique Meirelles, hoje (27) em Brasília, para avaliar o cenário econômico e o orçamento.

“O governo não pode colocar recursos, por convicção e porque não tem. A ideia da MP [medida provisória] é fechar o arcabouço jurídico que arredonda a intervenção. A Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações] está desde já preparada para fazer uma intervenção. Temos 2 mil municípios onde a Oi opera exclusivamente. Então, veja a responsabilidade do governo para que esses municípios não fiquem desamparados”, acrescentou.

Kassab acrescentou que a medida provisória deve ser publicada nos próximos dias. O ministro explicou que se a empresa não conseguir a recuperação, o governo compulsoriamente precisa intervir.

Fonte:  Agência Brasil

6º BPM PRENDE EM FLAGRANTE SUSPEITOS DE ARROMBAMENTO E FURTO EM SUPERMERCADO DE BOQUIM.



Na madrugada desse sábado, 25, a Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do 6º BPM, localizado no município de Estância, prendeu em flagrante Gilson Souza de Araújo e Marcos da Mota Silva, suspeitos de invadir e furtar um supermercado em Boquim.

A ação teve inicio após o gerente do estabelecimento entrar em contato com os policiais, informando que dois indivíduos estavam no interior do supermercado sem a devida autorização.

A partir daí, a guarnição composta pelos sargentos Adenilson, Francisco e Simões em companhia do soldado Albuquerque se deslocaram até o local, onde se depararam com um veículo modelo corsa, de placa policial HZY 7484, estacionado nas proximidades.

Os militares então resolveram realizar uma revista no veículo e ao seu condutor, identificado como Gilson Souza, e encontraram várias ferramentas utilizadas no arrombamento. Em seguida, foi feito o cerco em volta do supermercado, momento em que os suspeitos tentaram fugir pelo telhado, atirando contra a guarnição. Após o revide, um dos suspeitos conseguiu fugir, porém, os policiais atingiram Marcos Mota, que ficou ferido na coxa e foi conduzido pelo Samu para o hospital de Estância.

Mediante alta médica, o suspeito ferido juntamente com o proprietário do veículo e das ferramentas utilizados no arrombamento, foram conduzidos à delegacia local para as devidas providências.

Fonte e foto:  PMSE

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA INTERDITA MAIS DOIS FRIGORÍFICOS ALVOS DA CARNE FRACA.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou hoje (27) a interdição de mais duas unidades frigoríficas alvos da Operação Carne Fraca, o Souza Ramos, em Colombo, e Transmeat, em Balsa Nova, ambos no Paraná.

Os dois frigoríficos estão entre os 21 investigados na operação da Polícia Federal (PF), deflagrada dia 17 de março para apurar suspeitas de irregularidades na produção de carne processada e derivados, bem como na fiscalização do setor.

Outras três unidades já haviam sido interditadas pelo ministério no dia 17. As unidades da Peccin Agro Industrial em Curitiba (PR) e Jaraguá do Sul (SC), onde são produzidos embutidos (mortadela e salsicha), e da BRF (dona das marcas Sadia e Perdigão, entre outras), em Mineiros (GO), onde é feito o abate de frangos.

O ministério não especificou os motivos das novas interdições. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, concederá entrevista coletiva esta tarde para apresentar um balanço da operação.

Fonte:  Agência Brasil

domingo, 16 de outubro de 2016

RIO: PACIENTES COM DOENÇAS GRAVES EXIGEM DIREITO A REMÉDIOS NÃO INCLUÍDOS NO SUS.

Movimento  STF,  Minha  Vida  Não  Tem  Preço  faz  manifestação  na  zona  portuária  do  Rio  em defesa  do fornecimento pelo Poder Público de medicamentos de alto custo não incluídos no SUS Tânia Rêgo/Agência Brasil

O movimento STF, Minha Vida Não Tem Preço reuniu neste domingo (16), dezenas de pessoas em um ato na Praça Mauá. Os manifestantes pretendem sensibilizar a sociedade e gestores sobre a importância de um julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) que pode afetar milhões de portadores de doenças raras dependentes do fornecimento de tratamento pela rede pública de saúde.

O Supremo vai julgar se cabe ao Poder Público arcar com o fornecimento de remédios de alto custo que não estão incluídos no Sistema Único de Saúde (SUS) e determinar se é obrigação do Estado financiar medicamentos que não têm autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Presente à manifestação em frente ao Museu do Amanhã, a dona de casa Simone Arede falou sobre o caso do filho, Thiago, de 31 anos, que tem homocistinúria, doença que exige dieta com restrição proteica. Cada lata do suplemento alimentar para repor as necessidades nutricionais de Thiago custa em média R$1,7 mil, e ele precisa tomar sete latas por mês.

“Dependendo do resultado do Supremo, ele pode ficar sem esse remédio e não tenho condição de pagar,” disse Simone, que faz parte do grupo Mães Metabólicas, cujos filhos não podem ingerir proteína. “Nesse grupo há também pessoas com tirosinemia, que fazem uso de um remédio que é muito caro e não tem registro na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]. Sem esse remédio durante um mês, eles morrem”, afirmou a dona de casa.

O presidente da Associação de Fibrose Cística do Rio de Janeiro, Cristiano Silveira, tem um filho com essa doença, cujo tratamento exige medicamentos específicos e importados. “Os fabricantes, muitas vezes, não têm interesse comercial em registrar o medicamento na Anvisa, pois são muito poucos pacientes no Brasil. Como o paciente só tem aquele tratamento, acaba acionando a Justiça para ter direito a importar a droga, que já salva vidas lá fora e não chega aqui por questão comercial e burocrática”, disse Silveira.

Mais de 4 mil pessoas no país têm fibrose cística, que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo. “No Brasil, uma pessoa com fibrose cística vive a metade do tempo de uma pessoa com a mesma doença nos Estados Unidos, onde há acesso aos medicamentos necessários", comparou Silveira.

A dona de casa Ivanilda Oliveira dos Santos foi à manifestação com a filha Júlia, de 12 anos, que nasceu com mucopolissacaridose (MPS), doença degenerativa que impede o processamento de moléculas do açúcar e prejudica o crescimento e o desenvolvimento motor. “Ela toma o medicamento na veia uma vez por semana durante três horas. Custa cerca de R$20 mil por mês. Sem esse medicamento, ela morre.”

Apesar das limitações ocasionadas pela doença, Júlia cursa o 7º ano na escola perto de sua casa, em São João de Meriti, Baixada Fluminense, faz aulas de dança e circo. “Gosto mais de fazer palhaçaria e malabarismo. Com o tempo, a gente pega a manha”, disse Júlia. “Levo uma vida normal, dentro do possível. Sem o medicamento, vai ficar bem difícil.”

Fonte:  Agência Brasil

3º BATALHÃO PRENDE HOMEM POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO, RECUPERA MOTOCICLETA ROUBADA E APREENDE ESCOPETA EM ITABAIANA.




A 4ª CIA/ 3° BPM, comandada pelo Capitão PM Rogério Prado, efetivou nesta sexta, 14, por volta das 20h30, nas Imediações do Bairro Mutirão  em Itabaiana, a prisão de Lucivaldo Menezes dos  Santos, 31,  por tentativa de homicídio por arma de fogo e roubo. 

A ação foi desencadeada pelas  Equipes, coordenadas pelo Tenente-Coronel PM Carlos Rolemberg, através do GETAM, Força Tática e Guepardo 02, momento em que realizavam "Operação Sergipe Mais Seguro" e foram informados que um infrator invadiu uma residência na Rua H e tentou matar um jovem que entrou em luta corporal e conseguiu alvejar  o agressor, que fugiu, roubando uma motocicleta CG, preta, QKV - 5028. Imediatamente, as equipes empreenderam diligências e localizaram a motocicleta na Rua José Mesquita da Silveira.

A Equipe Força Tática 01, localizou Lucivaldo que estava escondido no matagal, inclusive ferido na perna direita por ocasião do disparo da espingarda cal 12 mm. As demais equipes, localizaram a vítima e empreenderam buscas no sentido de encontrar a referida arma, que foi arremessada num matagal pela vítima, após evadir de sua residência, sendo localizada. 

Salientando, que Lucivaldo foi encaminhado ao Hospital Dr. Garcia Moreno e a vítima juntamente com a motocicleta e a arma com um cartucho deflagrado, foram encaminhados à Delegacia de Itabaiana.

OITO ÓRGÃOS ABREM INSCRIÇÕES PARA 396 VAGAS NESTA SEGUNDA.

Pelo menos 8 órgãos abrem inscrições de concursos, na segunda-feira (17), para um total de 396 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade.

Nos concursos para formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os salários chegam a R$ 15.798,73 na Prefeitura de Videira (SC). Somente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) são 189 vagas.

Câmara Municipal de Juína (MT)

A Câmara Municipal de Juína (MT) vai abrir as inscrições do concurso público para 2 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários são de R$ 2.790 e R$ 4.032,34. As inscrições podem ser feitas pelo site www.grupoatame.com.br no período de 17 a 31 de outubro. As provas escritas serão aplicadas em 4 de dezembro(veja o edital no site da organizadora).


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) divulgou três editais de concursos públicos para um total de 189 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 1.834,69 a R$ 3.868,21. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ifce.edu.br entre os dias 17 e 28 de outubro. A seleção será feita por meio de provas escrita e prática, de acordo com o cargo (veja os editais no site do IFCE).


Prefeitura de Aimorés (MG)

A Prefeitura de Aimorés (MG) divulgou edital de concurso público para 126 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 880 a R$ 2.282,50. As inscrições podem ser feitas pelo site www.maximaauditores.com.br entre os dias 17 de outubro e 15 de novembro. A seleção será feita por meio de provas objetivas escritas, práticas e de títulos, que estão previstas para dezembro deste ano (veja o edital no site da organizadora).


Prefeitura de Bom Retiro (SC)

A Prefeitura de Bom Retiro (SC) anunciou processo seletivo para 6 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 910,36 a R$ 1.820,72. As inscrições estarão abertas de 17 de outubro a 18 de novembro na secretaria municipal de administração e fazenda, localizada na Avenida Major Generoso, 19, das 9h às 12h e das 14h às 17h. A prova objetiva será aplicada em 4 de dezembro(veja o edital no site da prefeitura).


Prefeitura de Felisburgo (MG)

A Prefeitura de Felisburgo (MG) vai abrir as inscrições do concurso para 20 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 880 a R$ 1.505,69. Os candidatos podem se inscrever de 17 de outubro a 6 de novembro pelo site www.agoraconsultoria.srv.br. A prova objetiva está prevista para o dia 27 de novembro (veja o edital no site da organizadora).


Prefeitura de Videira (SC)

A Prefeitura de Videira (SC) divulgou edital de processo seletivo para 22 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam de R$ 880 a R$ 15.798,73. As inscrições podem ser feitas pelo site www.assconpp.com.br no período de 17 de outubro a 16 de novembro. A prova objetiva será aplicada na data provável de 11 de dezembro (veja o edital no site da organizadora).


Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Aimorés (MG)

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Aimorés (MG) vai abrir concurso público para 26 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 880 a R$ 2.552,28. As inscrições estarão abertas de 17 de outubro a 15 de novembro pelo site www.maximaauditores.com.br. As provas escritas estão previstas para o dia 27 de novembro (veja o edital no site da organizadora).


Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

A Universidade Federal do Rio Grande (FURG) fará concurso público para 5 vagas em cargos de níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 2.294,81a R$ 7.736,42. Os candidatos podem se inscrever pelo site www.furg.br entre os dias 17 e 26 de outubro. As provas estão previstas para 20 de novembro. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado por igual período (veja o edital no site da FURG).


Fonte www.g1.com.br

sábado, 8 de outubro de 2016

COLÉGIO PIO X REALIZA O SEGUNDO DIA DA SUA FEIRA DE CIÊNCIAS.


Na manhã deste sábado, dia 08, o Colégio Pio X realizou o segundo dia da sua Feira de Ciências, contando com a participação maciça dos alunos dos ensinos médio e fundamental maior.

Neste segundo dia, os alunos puderam apresentar seus projetos, que foram coordenados e avaliados pelos professores do colégio, contando também com a participação de pais e outros visitantes.

Pode-se observar o interesse despertado nos alunos em desenvolverem seus projetos, fazendo com que os mesmos assimilem ainda mais o ensino.

Mais uma vez o Colégio Pio X está de parabéns por mais uma brilhante e organizada Feira de Ciências, tendo como coordenadores o professor Adriano Gois (ensino médio) e a professora Veralucia Lima de Melo (ensino fundamental maior), além do corpo docente da instituição de ensino.

Confiram abaixo fotos da Feira de Ciências do Colégio Pio X:

 Professor Adriano Gois, coordenador do ensino médio, com o seu corpo auxiliar

Professora Veralucia Lima de Melo, coordenadora do ensino fundamental maior