sábado, 28 de fevereiro de 2015

PEPAC PRENDE HOMEM POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO EM AQUIDABÃ E TEM QUE FAZER PEREGRINAÇÃO PARA LAVRAR O FLAGRANTE.


No início da noite desta sexta-feira, dia 27, policiais militares lotados no PEPAC (Pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga, realizaram a prisão de um homem na Cidade de Aquidabã, pelo delito de porte ilegal de arma de fogo.

Logo após a prisão, os policiais militares se deslocaram até a Cidade de Itabaiana, cuja delegacia é plantonista do interior, com o objetivo de que fosse feito o devido flagrante.  Ao chegarem na citada delegacia, os PMs foram informados que teriam que se descolar até a delegacia da Cidade de Propriá, porém esta não dispunha de delegado plantonista, mas após os militares darem ciência aos seus superiores, foram adotadas providências no sentido de que se fazer o flagrante em Propriá, realizando uma verdadeira peregrinação.

Se fala tanto em integração das polícias, mas como, desse jeito?  Será que não seria mais fácil, já que os policiais militares já estavam em Itabaiana, se lavrar o flagrante na delegacia da citada Cidade e posteriormente encaminhar o procedimento para a delegacia competente?  É revoltante a burocracia que impera na segurança pública do nosso Estado, pois se o flagrante fosse lavrado em Itabaiana, se ganharia tempo e os policiais militares poderiam voltar ao seu trabalho, garantindo a segurança pública da população, mas isso pelo jeito não importa, pois o mais importante, é ficar gastando combustível e tempo.

O caso causou revolta aos policiais do PEPAC, que segundo informações obtidas, irão relatar todo o fato por escrito e encaminhar a quem de direito, para que providências sejam tomadas.  Vamos ver se serão!

Deixamos uma pergunta no ar:  há condições de se ter uma integração das polícias desse jeito?  Com a palavra o Secretário de Segurança Pública Mendonça Prado.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

JANOT QUER FIM DE SIGILO NOS INQUÉRITOS DE POLÍTICOS.

Os pedidos da Procuradoria-Geral da República de abertura de inquéritos contra políticos citados na Operação Lava Jato devem chegar ao Supremo Tribunal Federal (STF) entre a quinta e a sexta-feira desta semana. O procurador-geral, Rodrigo Janot, vai solicitar que o ministro Teori Zavascki, relator do caso no Supremo, retire o sigilo de tudo o que for possível na investigação.

Com base no depoimento de dois delatores da Operação Lava Jato e no levantamento de indícios, Janot vai encaminhar à Corte pedidos de abertura de inquéritos contra parlamentares ou outras autoridades que possuem prerrogativa de foro e só podem ser investigados ou processados criminalmente no Supremo.

No caso daqueles em que a Procuradoria-Geral da República encontrar evidências suficientes da prática de crimes poderá ser oferecida denúncia (acusação formal).

Apesar da grande expectativa em torno da chegada dos pedidos do procurador-geral no STF, a divulgação do nomes dos parlamentares que serão investigados na Lava Jato depende exclusivamente de uma decisão de Zavascki.

Até o momento, o ministro relator do caso no STF tem mantido praticamente tudo que é relacionado ao escândalo de corrupção da Petrobras em sigilo - apenas alguns habeas corpus e recursos já julgados tiveram o teor revelado.

Algumas ações da Lava Jato estão em um nível de sigilo superior ao segredo de Justiça - são os chamados "inquéritos ocultos", quando não é possível nem consultar o processo no sistema do Supremo e nem acompanhar a sua tramitação.

As delações do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa deram origem a 42 procedimentos ocultos no Supremo. Esse número não coincide necessariamente com o número de parlamentares que será alvo de pedidos de investigação.

Diferentemente das ações que estão apenas em segredo de Justiça, em que são citadas somente as iniciais dos envolvidos, nos processos ocultos nem sequer constam no sistema do Supremo.

Criminalistas ouvidos pelo Estado veem de forma crítica a manutenção de todas as ações em grau máximo de sigilo. Para eles se isso ocorrer, haverá um tratamento muito desigual dos parlamentares e daqueles que são investigados pela Justiça Federal no Paraná, onde o juiz Sérgio Moro tem divulgado boa parte de suas decisões.

Embora não haja nenhum encontro ou conversa formal agendados para esta semana entre Zavascki e Janot, eles terão pelo menos duas oportunidades de conversar pessoalmente sobre os desdobramentos da Lava Jato: nas sessões plenárias do Supremo que acontecem nas tardes destas quarta e quinta-feira.

Conforme revelou o Estado em dezembro do ano passado, apenas Costa citou em 80 depoimentos à força-tarefa da Lava Jato uma lista de 28 políticos - que inclui ex-ministros do governo Dilma Rousseff, deputados, senadores, um governador e ex-governadores.

A relação inclui políticos que, segundo o ex-diretor da Petrobras, se beneficiaram do esquema de corrupção e caixa 2 que se instalou na estatal entre 2004 e 2012.

Foram citados 10 nomes do PP, 8 do PMDB, 8 do PT, 1 do PSB e 1 do PSDB. Alguns, segundo o ex-diretor de Abastecimento, recebiam repasses com frequência ou esporádicos. Os valores chegavam a R$ 1 milhão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte:  Estadão/UOL

REGISTRO DE PATERNIDADE DE CRIANÇA SERÁ ALTERADO APÓS DECISÃO DO STJ.

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu ganho de causa a um homem que, após cinco anos, descobriu não ser pai da criança que tinha registrado. O tribunal autorizou a alteração do registro da criança, em um processo chamado “desconstituição de paternidade registral”. O homem alegou que registrou a criança pensando ser seu filho biológico, o que provou não ser verdade após o resultado de exame de DNA.

Ao descobrir a verdade, o homem rompeu totalmente laços com a criança. A mulher chegou a alegar que o homem sabia que a criança não era sua filha biológica. Em sua decisão, o relator, ministro Marco Aurélio Bellizze, explicou que se o homem soubesse da verdade desde sempre, não teria registrado a criança. “tanto é assim que, quando soube dos fatos, rompeu definitivamente qualquer relação anterior, de forma definitiva”.

O homem vivia uma relação de união estável com a mulher no período em que nasceu a criança. Anos depois, ao saber da traição, fez o exame de DNA. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), no entanto, não havia dado ganho de causa ao homem. No entendimento do TJRS, a criança seria prejudicada, pois acreditava que ele era seu pai biológico, e construiu sua personalidade com base nessa crença.

No recurso ora analisado, o STJ considerou o argumento do homem, que disse ter sido induzido ao erro pela mãe da criança. “Não se concebe, pois, a conformação dessa espécie de filiação quando o apontado pai incorre em qualquer dos vícios de consentimento”, explicou Belizze. As identidades das partes, bem como o número do processo foram mantidos em segredo de Justiça.

Esse tipo de caso não é incomum nas cortes brasileiras. Cabe ao marido ou companheiro contestar a paternidade de uma criança que ele descubra, posteriormente, não ser sua. Caso seja provado que ele foi induzido a pensar que a criança era sua, o registro pode vir a ser alterado, explicou o relator do processo.

“Não se pode obrigar o pai registral, induzido a erro substancial, a manter uma relação de afeto igualmente calcada no vício de consentimento originário, impondo-lhe os deveres daí advindos, sem que voluntária e conscientemente o queira”, acrescentou o ministro.

Fonte:  Agência Brasil

BPRp APREENDE REVÓLVER E MOTOCICLETA ROUBADA COM FORAGIDO DA JUSTIÇA NO SANTA MARIA.



O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) realizou nesta segunda, 23,  por volta das 21h00, na Invasão do 17 de Março, bairro Santa Maria, zona sul da capital,  as prisões de Vítor Santos, 23, e José Augusto Santos Gama, 29,  por porte ilegal de arma de fogo e roubo.

A ação foi efetivada pela Equipe Leão 11, comandada pelo Sgt PM Márcio, quando realizava o policiamento ostensivo radiomotorizado e visualizou a atitude suspeita dos dois cidadãos transitando numa motocicleta. Os policiais efetivaram a abordagem, encontrando na cintura de José Gama, um revólver calibre 38 mm com duas munições intactas.

Após consulta através do CIOSP acerca da motocicleta Honda, CG, vermelha, placa NVG - 7655, foi constatada que a mesma acabara de ter sido roubada no Conjunto Rosa Elze em São Cristóvão.

O caso foi conduzido à Delegacia Plantonista.

AMESE OFICIA SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA SOLICITANDO QUE POLICIAIS MILITARES POSSAM TER COLETES BALÍSTICOS, CAPACETES E PROTETORES AURICULARES INDIVIDUALIZADOS.

Nesta segunda-feira, a AMESE oficiou o Secretário de Segurança Pública, Mendonça Prado, solicitando providências no sentido de que possa ser viabilizada a compra de coletes individuais para os policiais militares que estão no policiamento ostensivo, face à falta de higienização dos mesmos, quando são repassados para outras equipes policiais.

No ofício também é relatado também o fato dos capacetes, os quais são repassados para outros militares em eventos festivos, sem a devida higienização, podendo ocorrer a proliferação piolho, sarna, outros parasitas e até mesmo hepatite, através do suor, (http://ameseluta.blogspot.com.br/2013/12/amese-oficia-comandante-da-pmse.html), conforme ofício já encaminhado ao Comando da PMSE, no que concerne aos coletes.

Tal solicitação se deve, devido ao grande volume de reclamações por parte de policiais militares que procuram a AMESE, solicitando providências acerca de tais fatos, face a insatisfação pela não individualização deste material.

Foi solicitado também, que fossem adquiridos protetores auriculares, para que os policiais militares possam trabalhar com segurança em eventos que tenham alto volume de som, como por exemplo carnaval, forró caju, micaretas, zelando assim pela audição dos profissionais de segurança pública.

Vejam abaixo o ofício protocolado pela AMESE ao Secretário Mendonça Prado:



Fonte:  Blog da Amese

RADIOPATRULHA APREENDE REVÓLVER E MOTONETA FURTADA NO TAMANDARÉ.


O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) efetuou nesta segunda-feira, 23,  por volta das 16h30, na rua 03, Conjunto Almirante Tamandaré, bairro Santos Dumont, zona norte da capital,  a prisão de Allan Cruz, 26.

A ação foi efetivada pela Equipe Leão 82, comandada pelo Cb PM Bonfim, quando realizava o policiamento ostensivo radiomotorizado e visualizou a atitude suspeita do jovem transitando numa motoneta, o qual ao perceber a aproximação da polícia, empreendeu fuga adentrando numa viela, sendo acompanhado e detido.

Após abordagem e vistoria na referida viela, foi encontrado um revólver calibre 38 mm com cinco munições intactas que tinha sido dispensado pelo infrator.

A ocorrência foi encaminhada a 3ª Delegacia Metropolitana, momento em que foi constatado que a motoneta Bull, modelo 49 cc, cor preta, foi furtada no dia 16 de novembro de 2014, dentro do estacionamento, num supermercado na capital.

DESABADO DE UM POLICIAL SOBRE A ESCALA DE SERVIÇO.


Um policial militar que pediu para não ser identificado, afirma que os PMs recém formados estão sendo “sub-utilizados”. O militar reclama da escala de serviço e chega a questionar sobre a segurança do estado.

No e-mail enviado á redação do FAXAJU, o policial militar pede socorro ao secretário de segurança pública Mendonça Prado, solicitando que seja revista a escala de serviço dos PMs.

Veja o que diz o e-mail do PM:

Antes de tudo peço anonimato ao relato que irei passar. Sou militar, recém-formado, da PM-SE e como os outros estamos sofrendo com a forma que estamos sendo tratados pelo comando da briosa policia militar do estado de Sergipe. Estou sendo tratado como um policial de fantoche, sem utilidade, sendo colocado numa escala de 12/36 quando os companheiros, mais antigos, estão numa escala de 24/72. Mas por que a diferença? Existe alguma diferença entre um soldado da turma anterior e o da turma recém-formada? Por que não podemos ter um tratamento igual aos outros policiais (já que policiais também somos)? Esta claro que a maioria dos crimes esta acontecendo à noite, mas pela escala que esta sendo imposta agora, estamos atuando como fantoches, para dar uma falsa sensação de segurança a população, segurança esta que não existe a noite. Entro no serviço as 9:00h da manha e estou saindo as 21:00, e como não tem transporte regular ( e nem a PM-SE disponibiliza um transporte) estou dormindo no batalhão que trabalho, perdendo meu tempo de folga e tendo que arcar com a alimentação da noite e da manha do meu bolso, já que o estado não disponibiliza essas alimentações. Muitos outros amigos, que conseguem um transporte regular ( tipo coopertalse) enfrentam os riscos de um transporte que esta muito perigoso para o militar. Estão esperando que aconteça uma tragédia com pm´s mortos ( ou pior civis) numa troca de tiro nesse transporte. Qual a causa desta descriminação? Estamos querendo trabalhar e ajudar na segurança pública do nosso estado ( e isso se faz 24hs e não 12). O comando nos informou que, numa reunião de oficiais no QCG, que o comando da PM-SE não quer que esta escala seja alterada, mas, agindo desta forma, não estão a pensar nos policiais e na população SERGIPANA. Peço encarecidamente ao SR. Secretário de segurança pública do estado de Sergipe, MENDONÇA PRADO ( ate porque vejo que seja o único que poderá fazer algo), que reveja esta situação, na qual nos policiais estamos a ser sub utilizados na nossa missão fim: PROTEGER O CIDADÃO SERGIPANO.

Fonte:  Faxaju

MILITARES DO BPRp APREENDEM PEÇAS DE CICLOMOTORES NO SANTOS DUMONT.





O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) realizou por volta das 17h40 desta terça-feira, dia 23, na rua Maria Pureza,  bairro Santos Dumont, zona norte da capital,  a apreensão de dezenas de peças de ciclomotores.

A ação foi efetivada pela Equipe Leão 81, comandada pelo Cb PM Moisés Batista, quando realizava o policiamento ostensivo radiomotorizado e recebeu denúncia de  que um jovem guardava várias peças de ciclomotores numa vila residencial, material procedente de roubos e furtos.

Imediatamente, os policiais empreenderam diligências e vistoriaram o referido quarto com autorização da mãe do adolescente, tendo em vista que o jovem não foi localizado, sendo apreendido: 30 carenagens de ciclomotores, 01 motor, 02 tanques, 04 para-lamas, 04 retrovisores, 02 bagageiros, 01 tampa de motor, 02 amortecedores, 01 guidão e diversos objetos.

O caso foi encaminhado à Delegacia Plantonista.

TABELA ESTABELECE PARÂMETROS PARA PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS A PARTIR DE 1º DE MARÇO.

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) publicou hoje (24) no Diário Oficial da União nova tabela com os preços de combustíveis a serem usados como o valor médio ao consumidor em 15 estados e no Distrito Federal, a partir de 1º de março.

É a terceira tabela com os preços de referência divulgada neste ano. Ela traz parâmetros do Confaz para os estados de Alagoas, do Amazonas, de Goiás, do Maranhão, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Paraná, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Norte, de Rondônia, de Santa Catarina, de São Paulo, de Sergipe e do Distrito Federal.

O Confaz é constituído pelos secretários de Fazenda, Finanças ou Tributação de cada estado e do Distrito Federal. É presidido pelo ministro da Fazenda. O objetivo do Confaz é adotar medidas para  aperfeiçoar a política fiscal dos estados e torná-la compatível com as leis da Federação.

Pela tabela, no Distrito Federal, o preço médio da gasolina, a partir de 1º de março, será R$ 3,45. No Plano Piloto, área nobre de Brasília, entretanto, alguns postos já cobram R$ 3,54 pelo litro do combustível. Uma rede de postos da capital está cobrando R$ 3,42, mas já informou que a nova tabela implicará reajuste no preço ao consumidor assim que o atual estoque terminar.

No início do ano, o governo aumentou os tributos sobre o preço da gasolina. Segundo a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, o reajuste médio sofreu o impacto do aumento do PIS/Cofins (Programa de Integração Social/Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), com efeito cascata no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A elevação do PIS/Cofins foi publicada no Diário Oficial da União no fim de janeiro como uma das medidas para aumento da arrecadação pelo governo federal. Ao anunciar a medida, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, indicou que o aumento dos dois tributos seria correspondente , a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel.

Fonte:  Agência Brasil

AMESE OFICIA SECRETÁRIO DE SEGURANÇA SOBRE SITUAÇÃO DO HPM.

Na manhã desta segunda-feira, dia 23, a AMESE, através do seu presidente Sargento Vieira, oficiou o Secretário de Segurança Pública, Mendonça Prado, sugerindo que o este possa visitar os HPMs dos estados de Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Norte, acompanhado de técnicos da área, com o objetivo de comprovar as gestões que são aplicadas nos citados nosocômios, as quais vêm dando certo.

Vieira fez essa sugestão, preocupado com a situação do HPM, que sempre prestou relevantes serviços à sociedade sergipana, principalmente aos funcionários públicos e agora se encontra praticamente fechado, tanto é que o Ministério Público Estadual, através da Promotoria da Saúde, possui um procedimento aberto, através de uma provocação da AMESE, visando fazer com que o HPM possa voltar a atender normalmente, como ocorria outrora.

Confiram abaixo o ofício que foi encaminhado pela AMESE ao Secretário de Segurança:


Fonte:  Blog da Amese

REVÓLVER É APREENDIDO NO 17 DE MARÇO PELO BPRp.


O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) efetivou nesta segunda, 23,  por volta das 11h15, na Invasão do 17 de Março, bairro Santa Maria, zona sul da capital,  a prisão de Rafael Pinto, 21, por porte ilegal de arma de fogo.

A ação foi realizada pela Equipe Leão 10, comandada pelo Major PM Vítor Anderson, quando realizava o policiamento ostensivo radiomotorizado e visualizou a atitude suspeita do cidadão, momento em que foi efetivada o acompanhamento a pé na área da invasão e observado o local onde o mesmo estava.

Após a abordagem e vistoria foram encontrados: um revólver calibre 32 mm, seis munições intactas e um cigarro contendo substância entorpecente tipo maconha.

A ocorrência foi encaminhada à 11ª Delegacia Metropolitana.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

PREFEITURA DE ARACAJU PRORROGA MAIS UMA VEZ O PRAZO PARA PAGAMENTO DO PITU COM DESCONTO EM COTA ÚNICA, BEM COMO, O PAGAMENTO DA 1ª PARCELA.


Devido às inúmeras reclamações por parte dos contribuintes de que os carnês do IPTU 2015 não chegaram em suas residências, bem como, o site para conseguir a 2ª via está fora do ar há um bom tempo, a Prefeitura Municipal de Aracaju prorroga mais uma fez o prazo para o pagamento do referido imposto com desconto, em cota única, para o dia 27 de fevereiro.

Confiram a nota emitida agora a pouco pela PMA:

"A Prefeitura de Aracaju pede desculpas à população e informa que o prazo para pagamento da cota única ou primeira parcela do IPTU, foi prorrogado para o dia 27 de fevereiro, sem prejuízos, como o pagamento com desconto".

EMPREITEIRAS DA LAVA JATO RECORREM A LULA E COBRAM INTERFERÊNCIA POLÍTICA.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu sócio Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, têm recebido pessoalmente desde o fim do ano passado emissários de empreiteiros que são alvo da Operação Lava Jato.

Preocupados com as prisões preventivas em curso e com as consequências financeiras das investigações, executivos pedem uma intervenção política de Lula para evitar o colapso econômico das empresas.

Okamotto admitiu ter recebido “várias pessoas” de empresas investigadas na Lava Jato. O Estado ouviu relatos de interlocutores segundo os quais, em alguns momentos, empresários chegaram a dar um tom de ameaça às conversas.

No fim do ano passado, João Santana, diretor da Constran, empresa do grupo UTC, agendou um encontro com Lula – o presidente da UTC, Ricardo Pessoa, foi preso pela Lava Jato e é apontado como coordenador do cartel de empreiteiras que atuava na Petrobrás.

Santana foi recebido por Okamotto. A conversa foi tensa. A empreiteira buscava orientação do ex-presidente. Em 2014, a UTC doou R$ 21,7 milhões para campanhas do PT – R$ 7,5 milhões em apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Indagado sobre o encontro com o diretor, Okamotto admitiu o pedido de socorro de Santana. “Ele queria conversar, explicar as dificuldades que as empresas estavam enfrentando. Disse: ‘Você tem que procurar alguém do governo’”, contou o presidente do Instituto Lula.

“Ele estava sentindo que as portas estavam fechadas, que tudo estava parado no governo, nos bancos. Eu disse a ele que acho que ninguém tem interesse em prejudicar as empresas. Ele está com uma preocupação de que não tinha caixa, que tinha problema de parar as obras, que iria perder, que estava sendo pressionado pelos sócios, coisa desse tipo”, disse Okamotto.

A assessoria de imprensa da Constran nega o encontro.

A força-tarefa da operação prendeu uma série de executivos de empreiteiras em 14 de novembro, na sétima fase da Lava Jato. Um deles era o presidente da OAS, Léo Pinheiro. Antes de ser preso, ele se encontrou com Lula para pedir ajuda em função das primeiras notícias sobre o conteúdo da delação premiada do ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa que implicavam sua empresa.

Lula e Pinheiro são amigos desde a época de sindicalista do ex-presidente petista, que negou ter mantido conversas sobre a Operação Lava Jato com interlocutores das empresas.

Estratégias comuns

A cúpula das empreiteiras também tem feito reuniões entre si para avaliar os efeitos da Lava Jato. Após a prisão dos executivos, o fundador da OAS, César Mata Pires, procurou Marcelo Odebrecht, dono da empresa que leva seu sobrenome, para saber como eles haviam se livrado da prisão até agora. Embora alvo de mandados de busca e de um inquérito da Polícia Federal, a Odebrecht não teve nenhum executivo detido na Lava Jato.

Conforme relatos de quatro pessoas, Pires disse que as duas empresas têm negócios em comum e que a OAS não assumiria sozinha as consequências da investigação. Ele afirmou ao dono da Odebrecht não estar preocupado em salvar a própria pele, porque já havia vivido bastante. Mas não iria deixar que seus herdeiros ficassem com uma empresa destruída por erros cometidos em equipe.

A assessoria de imprensa da Odebrecht disse que houve vários encontros entre as duas empresas, mas que nenhum “teve como pauta as investigações sobre a Petrobrás em si”. O departamento de comunicação da OAS nega a reunião com a Odebrecht.

Em consequência da Operação Lava Jato, as empreiteiras acusadas de fazer parte do “clube” que fraudava licitações e corrompia agentes públicos no esquema de corrupção e desvios na Petrobrás estão impedidas de participar de novos contratos com a estatal.

Com isso, algumas enfrentam problemas financeiros, o que tem tirado o sono dos donos dessas empresas. No dia 27 de janeiro, Dilma fez um pronunciamento no qual disse que “é preciso punir as pessoas”, e não “destruir empresas”.

Críticas

A tentativa de empreiteiras envolvidas na Lava Jato de pedir ajuda a agentes políticos já foi condenada pelo juiz Sérgio Moro – responsável pela operação – ao se referir aos encontros de advogados das empresas com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

“Trata-se de uma indevida, embora malsucedida tentativa dos acusados e das empreiteiras de obter interferência política em seu favor no processo judicial (...) certamente com o recorrente discurso de que as empreiteiras e os acusados são muito importantes e bem relacionados para serem processados”, criticou o juiz.

Fonte:  Estadão

CPI DA PETROBRAS SERÁ INSTALADA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara destinada a investigar a prática de atos ilícitos e irregulares na Petrobras será instalada na quinta-feira (26) da próxima semana, às 12h. A decisão sobre a data de instalação foi tomada pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que deu prazo para os partidos indicarem os seus representantes na comissão até a hora da instalação dos trabalhos.

Na sessão de instalação serão eleitos o presidente e os vices e escolhido o relator. A CPI, que tem como primeiro signatário o líder do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), será composta de 27 deputados titulares e igual número de suplentes. Deverá funcionar pelo prazo de 120 dias, prorrogáveis por mais 60. O requerimento de criação da comissão foi assinado por 182 deputados de vários partidos políticos.

Dos 27 integrantes titulares da CPI, faltam ser indicados 12 deputados, sendo três do PT, três do PMDB, dois do PP, um do PRB, um do PSC, um do PHS e um do PPS. Se esses partidos não fizerem a indicação dos seus representantes caberá ao presidente da Câmara fazer as indicações.

Os dois cargos mais importantes da CPI são a presidência e a relatoria, que estão sendo disputados pelos maiores blocos (PMDB) ou partidos (PT). O líder do PT, deputado Sibá Machado (AC), disse que seu partido não abre mão de ficar com a presidência ou com a relatoria da CPI, até por ser a maior bancada da Câmara.

A CPI da Petrobras é a primeira a ser instalada nesta legislatura pela Câmara dos Deputados. No ano passado, foram criadas duas comissões para investigar as denúncias de corrupção na Petrobras, sendo uma no Senado e uma mista composta de deputados e senadores. Os deputados da oposição entendem que os trabalhos da CPI mista foram prejudicados e, por isso, apresentaram o requerimento para a criação da nova comissão, destinada a aprofundar as investigações de corrupção na estatal.

Fonte:  Agência Brasil

POLICIAIS DO BPRp APREENDEM DUAS ESCOPETAS, MUNIÇÕES E DROGAS NO CONJUNTO JARDIM.






O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) realizou na manhã desta quinta, 19,  por volta das 10h00, nas  imediações do Conjunto Jardim em Socorro,  as apreensões de armas de fogo, munições, drogas e outros objetos.

A ação foi efetivada pela Equipe Leão Operações comandada pelo Tenente PM Albérico que avistou a atitude suspeita de dois jovens que estavam numa motoneta, os quais ao perceberem a presença da polícia, empreenderam fuga por dentro de uma chácara, abandonando a motoneta Bull, cor vermelha.

Ao adentrar na chácara os policiais perceberam três jovens fugindo em direção ao fundo do terreno, logrando êxito na fuga. Após vistoria no bagageiro da motoneta foi encontrado cerca de 250 gramas de substância entorpecente tipo maconha, 19 papelotes de substância entorpecente tipo cocaína e uma balança de precisão. Na área da residência,  foram encontrados: duas escopetas calibre 12 mm, vinte munições intactas (diversos calibres), dois aparelhos de telefonia celular, um caderno com anotações de venda de drogas, dentre outros objetos.

A ocorrência foi encaminhada à 7ª Delegacia Metropolitana.

ANDRÉ MOURA DEFENDE NOME DE EDUARDO AMORIM, LAÉRCIO OU SAMUEL PARA A PMA.

Passado o carnaval, o deputado federal André Moura retoma a agenda e como primeiro compromisso concede entrevista aos programas Fala Sergipe, apresentado pelo jornalista Messias Carvalho na rádio Mix FM, e ao programa Sergipe em Evidência, apresentado por Pedro Rocha e Aélio Argolo na rádio Atalaia AM. Na pauta, temas políticos nacionais e locais.

Logo de início, o líder do PSC foi indagado sobre a possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas a situação foi descartada, pois Moura considera que o momento seja de cautela e passar o Brasil a limpo. Entretanto, ponderou, o Parlamento funciona de acordo com a agenda do País, se as manifestações crescerem o processo de impeachment pode ser deflagrado.

Moura ainda destacou que apesar da maioria numérica, o Governo tem sofrido derrotas consecutivas na Câmara dos Deputados, como a criação da Comissão Especial para analisar a Reforma Política e a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. Sou membro titular das duas comissões. É urgente a necessidade de mudar a forma como o processo eleitoral é conduzido no Brasil. Termos o voto distritão, onde aqueles que têm mais votos são eleitos de fato, acabar com a reeleição e o financiamento público de campanha.

Questionado sobre a CPI da Petrobras, o deputado ficou indignado com os valores apurados devido à corrupção. O Governo se esforçou para barrar a criação, mas conseguimos fazê-la passar. O Brasil precisa saber quem deixou a situação na estatal chegar onde chegou e que os culpados sejam punidos.

Falando da eleição municipal da capital, André Moura apontou no agrupamento alguns nomes de peso, a exemplo do senador Eduardo Amorim e dos deputados Capitão Samuel e Laércio Oliveira, como possíveis pré-candidatos. Afirmou que o PSC não faz parte da administração municipal de Aracaju e que não tem compromisso com o prefeito João Alves Filho. Nós o apoiamos em 2012 e posteriormente ele nos apoiou em 2014, nossos entendimentos nunca passaram de uma eleição para outra. No entanto, é sentimento do nosso agrupamento de ter candidatura própria, pois o PSC é um partido que está crescendo, explicou.

Fonte:  Assessoria de comunicação do deputado federal André Moura

RADIOPATRULHA APREENDE JOVENS COM MACONHA NO MARCOS FREIRE III.


O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) efetivou na tarde desta quinta, 19,  por volta das 16h00, no Conjunto Marcos Freire III em Nossa Senhora do Socorro,  as prisões de dois jovens, 17 e 19 por tráfico de drogas.

A ação foi realizada pela Equipe Leão 52 comandada pelo Cb PM Joéliton, quando realizava o policiamento ostensivo radiomotorizado e efetivou abordagem em dois jovens que estavam em atitude suspeita, momento em que encontrou com o adolescente 14 papelotes de substância entorpecente tipo maconha, sendo o caso conduzido à 5ª Delegacia Metropolitana.

domingo, 25 de janeiro de 2015

MORTE DE MENINA MOSTRA PERIGO DE USAR CELULAR LIGADO À TOMADA.


A morte de uma menina de 11 anos após sofrer uma parada cardiorrespiratória, na última segunda-feira (19), no Distrito Federal, em decorrência de choque elétrico enquanto utilizava o celular com o aparelho ligado à tomada chamou atenção para os risco da prática. A garota, que não teve o nome divulgado, foi atendida no Hospital Regional de Ceilândia por três pediatras, um cirurgião e uma clínica médica, segundo a Secretaria de Saúde. Ela foi submetida a reanimação cardiopulmonar durante uma hora e dez minutos, mas não sobreviveu.

A família informou aos médicos que a menina levou um choque enquanto jogava em um aparelho celular ligado à tomada. Segundo a capitã Juliana Leal, do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, a situação se agravou porque houve sobrecarga de energia. “O chão estava molhado e eles botaram um ventilador e um celular na mesma tomada e a menina tomou um choque fatal”, disse.

“As pessoas devem ter cuidado quando forem arrumar a casa para não deixar que a fiação entre em contato com a água. É importante também ter cuidado com as tomadas e não deixar sobrecarregar. Quando o carregador está estragado ou há problema de instalação elétrica, potencializa o risco de choque”, afirma Juliana.

Segundo a engenheira elétrica Marylene Roma, professora do Instituto Federal de Brasília, o risco de usar o celular ligado à tomada aumenta quando a instalação elétrica da casa está deteriorada. “Usar uma extensão, que a gente coloca quatro, cinco equipamentos, é muito perigoso, pois sobrecarrega a tomada. Às vezes, colocamos até dez vezes mais carga que o suportado por uma tomada”, disse.

“O equipamento que a criança estava usando, nesse caso, era um celular, mas ela podia estar com um video game e ter acontecido a mesma coisa”, avalia Marylene. A professora recomenda que a instalação elétrica da casa seja revisada regularmente por um profissional especializado. “Não se deve atender o celular na tomada, nem puxar o cabo do aparelho enquanto carrega ou usar baterias e carregadores que não sejam originais”, acrescenta Marylene.

A professora também orienta carregar a bateria de celulares longe de locais inflamáveis, evitar ligar aparelhos nas tomadas do banheiro enquanto o chuveiro estiver ligado, pois a umidade aumenta os riscos de acidente. “A recomendação é colocar em lugares que, se acontecer curto-circuito e incêndio, não prolifere fogo pela casa inteira. Colocar longe de cadeiras, mesas, camas - o que a gente faz regularmente. Mas é melhor colocar no chão e bem longe de um local inflamável”, completa.

Se mesmo após tomar todos os cuidados necessários uma pessoa levar choque, a primeira recomendação do Corpo de Bombeiros é desligar a rede elétrica e desprender a vítima da fonte de energia com um objeto isolante, como um cabo de madeira. Em seguida, verificar se a vítima está respondendo.

Se responder, deve ser encaminhada imediatamente para o hospital. Se não, além de chamar socorro, deve-se iniciar a massagem cardíaca, pois a vítima pode estar em parada cardiorespiratoria. A corporação diz também que nunca se pode tocar na vítima sem os devidos cuidados: ao tocar numa pessoa que está sofrendo uma descarga elétrica, a energia pode ser transmitida e fazer com que o socorrista também seja eletrocutado.

A estudante Kátia Valéria, 19 anos, diz que não sabia que pode ser arriscado usar o celular ligado à rede elétrica. “Quando o celular está na tomada sempre recebo mensagem, dá vontade de entrar nas redes sociais e não resisto: uso mesmo carregando”, conta. Agora, ela garante que vai tomar mais cuidado. “É melhor esperar um pouco. Se for muito urgente, tirar da tomada para usar, porque é mais seguro”.

Fonte:  Agência Brasil

SEM SABER QUE ESTAVA GRÁVIDA, FREIRA NA CLAUSURA DÁ À LUZ NA ITÁLIA.

Religiosa não sabia que estava grávida até sentir contrações. A nova mãe teria decidido manter o bebê e deve ser enviada a uma comunidade de acolhimento

Uma freira de Burundi que entrou recentemente para um convento de clausura na cidade italiana de San Severino Marche, deu à luz um bebê em um hospital local no último domingo.

Segundo o jornal "Corriere Adriatico", a freira, de uma idade desconhecida, teria sido levada a um hospital pelas colegas com fortes dores abdominais.

Depois de um exame de ultrassom, ela foi imediatamente transferida para a ala da maternidade, onde deu à luz uma criança que não se sabe se é menino ou menina.

A nova mãe teria decidido manter o bebê e deve ser enviada a uma comunidade de acolhimento.

A direção do hospital, com máxima descrição, se nega a comentar o caso.

Esse não é o primeiro caso registrado na Itália nos últimos anos. Em 2011, outra freira da região deu à luz uma criança. Na ocasião, a religiosa disse que o filho foi fruto de um estupro quando ela estava no Congo.

No ano passado, outra freira, de origem salvadorenha, também teve um bebê em Rieti, o qual chamou de Francisco, em homenagem ao Papa.

Fonte:  IG - Último Segundo

CONVOCAR PMs DA RESERVA NÃO RESOLVE. É PRECISO DEFINIR A CARGA HORÁRIA, DIZ SAMUEL.


“Convocar policiais militares da reserva não irá resolver os problemas da segurança pública. O que é preciso fazer é definir a carga horária dos policiais militares”, esta afirmação foi feita pelo novo líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado capitão Samuel Barreto (PSL).

Samuel Barreto diverge da opinião do colega deputado Zezinho Guimarães (PMDB), que anunciou que irá solicitar uma audiência com o novo Secretário de Segurança Pública, Mendonça Prado para pedir que seja convocados os militares que já se encontram na reserva (aposentados) para aumentar o efetivo. “A policia militar precisa de sangue novo. Todos nós sabemos que os policiais militares, na sua maioria, aos 20 anos de trabalho, já está enfrentando problemas de saúde por conta do estresse e do excesso de trabalho”, explica o deputado.

Para Samuel, “o governo precisa agora é convocar mais seiscentos aprovados no concurso, já que foi sua promessa de campanha,  prorrogar o concurso e convocar outros seiscentos. O problema é que os militares que estão na reserva, em sua maioria já estão no limite de suas forças fisicas e psicológicas. A população espera sangue novo na policia. Espera uma policia que tenha condições de fazer a proteção da sociedade”, defendeu.

Samuel Barreto explica ainda que o problema não está em convocar os que estão na reserva. Segundo o parlamentar que é capitão da reserva da PM/SE, “o policial militar de Sergipe está desmotivado para o trabalho por conta de uma carga horária indefinida. Veja o que está acontecendo com os PMs recém formados. Eles já estão reclamando da carga horária. Então o que o governo precisa fazer para amenizar o problema da segurança púbica?. Primeiro é convocar outros seiscentos aprovados. Definir a carga horária dos PMs e por fim, dar o mesmo tratamento às duas policias, PM e PC”, afirma Samuel.

Fonte:  Faxaju (Munir Darrage)